Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2017

Arrisque-se! Arrisque-se?

Arriscar-se? Eu conheço dois tipos de riscos: o calculado e o incalculável.

No primeiro tipo você vai sabendo que pode chegar aonde quer e ser feliz lá, e se não conseguir alcançar o objetivo tem o controle do que pode perder com o resultado negativo. No segundo caso, tudo é uma aventura, o planejamento é mínimo ou nem existe, chegar aonde deseja é questão de sorte, e o custo por não chegar é tão grande que transforma a vida para muito pior do que era antes de a aventura começar, e às vezes as mudanças são irreversíveis.

As memórias digitais

É sabido que nunca na história mundial tantos fizeram tantas fotos e vídeos como após a invenção do smartphone. Mas pesquisas revelam que quase tudo que é produzido digitalmente não é preservado. Quem quiser guardar as imagens digitalizadas, que armazene em pen drivers e dvds, e por segurança, também crie um álbum digital. O álbum pode ter como plataforma virtual até mesmo o Facebook, em caráter privado ou público. Ou o Picasa, ou Flicker.

O dia caótico de quem vive com depressão

Podemos definir a depressão. É uma doença curável.

Se você padece com este mal, busque ajuda.

Sintomas de quem vive deprimido: a enfermidade se caracteriza por mudanças no humor e pela perda de prazer em atividades.


Solitários acompanhados

Um rapper brasileiro formulou a seguinte pergunta em uma de suas composições: "Distância, meu amigo, não é vários quilômetros quadrados. Quantas vezes você está distante mesmo estando do lado?".
É verdade. Quantas pessoas estão juntas, porém, o aparelho celular mantém ambas com seus corações afastados? Uma das razões para que isso aconteça é o uso descontrolado de smartphones.

Na mesma proporção que existe o lado bom, também existe o lado ruim nos smarphones. É um excelente microcomputador de bolso, transmissor de vídeo, música. É um veículo compartilhador de fotos instantâneas de primeira qualidade. Sabemos que, sem dúvida, este dispositivo é uma maravilha da tecnologia moderna, pode ser considerado como uma varinha mágica, um tapete mágico. Cabe na palma da mão e estabelece a comunicação entre pessoas situadas em continentes diferentes, sem que para esta comunicação seja preciso fazer mais do que levá-lo ao pé do ouvido.

O que há de ruim? Dificulta o convívio caloroso do …

A época de confraternização também é agora

É final de dezembro ou primeiro de janeiro. A mudança do velho calendário pelo novo causa uma gama de esperança por dias melhores e uma vontade de melhorar de vida, sentimento incomum em outros meses do ano. Isso é um fenômeno, que não é fácil explicar.
A face do cotidiano ressurge em força total em janeiro. As novas dívidas feitas para realizar as festas de Natal e Reveillon precisam ser pagas... Surgem os boletos de impostos: IPVA e IPTU. Vem outra vez fevereiro, março, abril, maio... E para não perder a alegria sentida durante as comemorações natalinas e celebração da virada de ano, para não esquecer a vontade de progredir, de correr atrás dos sonhos, precisamos manter dentro de nós as forças renovadas. 
E como fazer para manter-se renovado? Trazendo dentro do coração a bagagem de confraternização. Confraternizar-se é viver em harmonia; é a convivência usando bom trato; usar a camaradagem. Então, não se canse de refazer seus votos de paz, de amizade, ofereça sua atenção e carinho …

As maluquices encantadoras da Goldie e a vida como ela é

Você já assistiu filmes antigos da Goldie Hawn? Acho que aquelas personagens que ela interpretou apresentam um tipo de maluquice encantadora. A inconsequência de adolescentes movidos pela necessidade de autoafirmação e o sentimento infundado da rebeldia sem razão de ser
Não podemos esquecer, a vida real exige uma boa dose de responsabilidade, porque toda ação traz a reação correspondente.

Faça sua declaração de amor hoje

É incrível como é grande o número de pessoas que gostam de outras, mas não conseguem expressar isso em palavras. E em pior situação que estas, estão aquelas que gostam e não traduzem este seu gosto em boas ações que representem isso. Gostam, entretanto se fazem de indiferentes; gostam, porém, maltratam. A vida é curta demais para deixar de demonstrar e dizer claramente que ama! Amor pelos pais, filhos, avós, irmãos, amigos, namorado, namorada, marido, esposa.

Declare-se hoje para quem você ama ou renove aquela declaração, que de tão antiga já está esquecida e desacreditada.
E.A.G.

Máscaras sociais, pra quê?

Eu acredito que nem todos vestem a tal "máscara social". Aqueles que mostram o que são e aquilo que pensam recebem o rótulo de "gente grossa", "gente chata"; "gente sem educação". E outras adjetivações que não precisamos dizer agora.
Quem se mostra como realmente é, prefere sofrer com a frieza da sociedade que ignora as verdades do coração do que colocar a "máscara social". Sentem-se melhor agindo com o espírito livre do que estarem amarrados às regras do "politicamente correto".
A filosofia do “politicamente correto” é a maior produtora de máscaras sociais que conheço!

Escada para além do firmamento

"Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens". [1 Coríntios 15.19]

Dor, substantivo mulher

Dor: o dicionário explica que não é coisa de macho; é um substantivo feminino!

Fortes, elas sabem atravessar a sensação desagradável, seja causada pela anomalia física ou nascida em um dissabor causador de amargor no coração.
Na dor, elas seguem adiante usando saltos altos, todas cheias de charme e braços abertos para quem quiser sentir o calor humano que têm de sobra.
Homens?
Eles desfalecem na primeira decepção, se espalham feitos cacos pelo chão, mas sobrevivem porque elas lhes estendem as mãos. Mãos amigas, mãos de mãe, mãos de companheiras em tempos de tempestades, brisas, sombras e sol. 
Eliseu Antonio Gomes 15/0/17