Pular para o conteúdo principal

Postagens

O Tempo (pela percepção do poeta Mario Quintana e Antonio Abujamra)

"A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa. Quando se vê, já são seis horas! Quando de vê, já é sexta-feira! Quando se vê, já é natal… Quando se vê, já terminou o ano… Quando se vê perdemos o amor da nossa vida. Quando se vê passaram 50 anos! Agora é tarde demais para ser reprovado… Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio. Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas… Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo… E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo. Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz. A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará."
Poema de Mário Quintana; título: Seiscentos e sessenta e seis.  Publicado no livro Esconderijos do Tempo.
Às linhas abaixo, uma versão livre desses versos de Quintana. Talvez a adaptação tenha se tornado mais popular do que o escrito original. A au…
Postagens recentes

Se Jesus ressuscitasse Lázaro nos dias atuais....

O que o Criador diz quando as mães trazem à luz suas crianças

"Um novo bebê a ver a luz do dia é a declaração de Deus que o mundo deve continuar a existir".
(Carl Sandburg)..

Não se canse à toa

"Os que esperam no SENHOR renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam".
Isaías 40.31 Nova Almeida Atualizada  (NAA)

O insuperável fato histórico do universo

Arrisque-se! Arrisque-se?

Arriscar-se? Eu conheço dois tipos de riscos: o calculado e o incalculável.

No primeiro tipo você vai sabendo que pode chegar aonde quer e ser feliz lá, e se não conseguir alcançar o objetivo tem o controle do que pode perder com o resultado negativo. No segundo caso, tudo é uma aventura, o planejamento é mínimo ou nem existe, chegar aonde deseja é questão de sorte, e o custo por não chegar é tão grande que transforma a vida para muito pior do que era antes de a aventura começar, e às vezes as mudanças são irreversíveis.